App queridinho dos jovens vai chegar ao Brasil

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

Musical.ly, app mania entre os jovens, procura por um country manager para o Brasil. Índia e Indonésia também estão no radar da empresa chinesa

São Paulo — Febre entre os mais jovens, o app Musical.ly deve iniciar operações no Brasil em breve. Para isso, a empresa chinesa busca por um country manager para o país.

A vaga está anunciada na rede social LinkedIn e pede por alguém apaixonado por música e internet. Até o momento, Musical.ly conta com escritórios em Xangai, na China, onde fica a sede da empresa, e em São Francisco, nos Estados Unidos, berço de muitas empresas de tecnologia e parte do Vale do Silício.

Além da vaga para o Brasil, a companhia busca também por gerentes gerais para a Índia e Indonésia–o que mostra parte da estratégia de expansão da empresa no momento.

O Musical.ly é um app que integra vídeo e músicas. O usuário pode criar clipes curtos com uma trilha musical. Entre as brincadeiras com o aplicativo está fingir que está cantando a música escolhida. É possível aplicar alguns efeitos simples ao vídeo.

No Brasil, o app chegou a atingir algum prestígio. Ele já chegou a ficar entre top 5 dos apps sociais mais baixados e chegou a figurar entre os 20 apps mais baixados na loja de apps do Android no país. No iOS, os resultados são ainda melhores, já que o app já foi o 12º mais baixado no Brasil em novembro de 2016.

Veja abaixo alguns números do app divulgados em dezembro de 2016 pelo seu CEO Alex Zhu.

40 milhões de usuários ativos por dia
1 milhão de vídeos feitos por dia
130 milhões de usuários registrados

 

Exame.com

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar