Harmonia-Lyra realiza o 1º Festival de Ópera de Joinville

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

cdl opera

ngresso para o evento é solidário: três quilos de alimentos para doação a três entidades.


A Sociedade Harmonia-Lyra promove neste mês o 1º Festival de Ópera de Joinville. As apresentações estão confirmadas para os dias 17, 20 e 24 de junho, sempre às 20 horas, e reunirão artistas líricos de renome no País e no exterior nos espetáculos “Cortina Lírica”, “La Serva Padrona” e “La Bohème”, respectivamente. O último evento do gênero realizado em Joinville foi há 80 anos, em 1937, lembra o presidente da Harmonia-Lyra, Álvaro Cauduro.
Mais de 30 profissionais estão envolvidos no festival, entre diretores, músicos, cantores, atores e técnicos. Nove vozes (solistas), sendo seis masculinas e três femininas, estarão distribuídas nas três apresentações. O público poderá conferir e aplaudir os tenores Paulo Mandarino e Thompson Magalhães, os sopranos Masami Ganev e Alícia Cupani, os barítonos Douglas Hahn, Divonei Scorzato e Leonardo Barbi, a mezzo-soprano Débora Almeida, o baixo Javier Hernán Venegas, o ator Sergio Bellozupco, os pianistas Priscila Malanski e Matheus Alborghetti e o maestro italiano Alessandro Sangiorgi. A direção de arte é de Sulanger Bavaresco.
Para que toda a comunidade possa ter acesso ao evento, o ingresso é solidário: três quilos de alimentos para doação a três entidades beneficentes da cidade: Casa do Adalto, Lar Abdon Batista e Sociedade Espírita de Joinville. “É muito bom poder desenvolver este trabalho e oferecer ópera de qualidade acessível a todos”, afirma Cauduro. O ingresso poderá ser retirado na secretaria da Sociedade Harmonia-Lyra.

Serviço:
O quê: 1º Festival de Ópera de Joinville
Onde: Sociedade Harmonia-Lyra
Quando: Dias 17, 20 e 24 de junho de 2017
Horário: às 20 horas
Ingresso: 3 quilos de alimentos não perecíveis. Retirar ingressos na secretaria da Sociedade Harmonia Lyra (rua 15 de novembro, 485), de segunda a sexta-feira, das 9h15 às 11h45 e das 14h15 às 17h45
Contato: 47/3422-3920 e e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Programação paralela
Apresentações para crianças e
oficina sobre montagem de ópera
A Sociedade Harmonia-Lyra organizou uma programação paralela ao Festival de Ópera. Nas tardes dos dias 19 (segunda-feira) e 23 (sexta-feira), serão apresentadas para crianças e adolescentes as óperas “La Serva Padrona” e “La Boheme”, respectivamente.
No dia 21 (quarta-feira), às 15 horas, o maestro Alessandro Sangiorgi e a diretora de arte Sulanger Bavaresco darão palestra e oficina para músicos, cantores, artistas, técnicos de teatro, alunos de artes, pessoal de teatro amador e profissionais do meio. Eles mostrarão como funciona a montagem de uma ópera, e os cantores solistas também estarão disponíveis para demonstrações.
As apresentações para crianças e adolescentes ocorrerão das 14h30 às 16h30. Um grande número de estudantes da rede pública já se inscreveu, mas ainda há vagas, inclusive para escolas particulares.
Nos dois casos (apresentações e palestra/oficina), os interessados devem entrar em contato com a secretaria da Harmonia-Lyra, no telefone 3422-3920. A inscrição é gratuita.

OS ESPETÁCULOS DO 1º FESTIVAL DE ÓPERA DE JOINVILLE:
“Cortina Lírica” – 17 de junho – 20 horas

O espetáculo “Cortina Lírica”, que fará a abertura do 1º Festival de Ópera de Joinville, é um concerto com fragmentos de várias óperas, figurinos, movimentação cênica e projeção de imagens.

Programa:
1. COSI FAN TUTTE – Wolfgang A. Mozart
Soave sia Il vento (trio)
Alicia Cupani, Débora Almeida, Javier Venegas

2. MADAMA BUTTERFLY – Giacomo Puccini
Duetto d’amore
Un bel di vedremo
Duetto dei fiori
Masami Ganev, Débora Almeida, Paulo Mandarino

3. LUCIA DI LAMMERMOOR – Gaetano Donizetti
Chi raffrena al mio furore (sexteto)
Alicia Cupani, Débora Almeida, Paulo Mandarino, Douglas Hahn, Thompson Magalhães, Javier Venegas

4. RIGOLETTO – Giuseppe Verdi
Cortigiani, vil razza dannata
La donna è mobile
Bella figlia dell’amore (quarteto)
Alicia Cupani, Débora Almeida, Paulo Mandarino, Douglas Hahn,
Thompson Magalhães, Javier Venegas

5. L´ITALIANA IN ALGERI – Gioacchino Rossini
Pria di dividerci… Nella testa ho un campanello (septeto)
Alicia Cupani, Masami Ganev, Débora Almeida, Thompson Magalhães, Douglas Hahn, Leonardo Barbi, Javier Venegas

6. LA RONDINE – Giacomo Puccini
Bevo al tuo fresco sorriso (quarteto)
Masami Ganev, Alicia Cupani, Paulo Mandarino, Thompson Magalhães
PIANISTA: Priscila Malanski
“Opereta La Serva Padrona” – 20 de junho – 20 horas

“La Serva Padrona” é uma pequena ópera, um intermezzo, que traz em si a característica de ser mais descontraída e marca a origem da ópera cômica. A obra de Giovanni Pergolesi foi representada pela primeira vez em 1733.

Sinopse:
Uberto é um burguês solteiro que decide se casar para acabar com a opressão de Serpina, sua empregada. Mas, sem se contentar, a empregada vai tentar conquistá-lo se fingindo de esposa ideal, com a ajuda de outro empregado da casa, Vespone.

Personagens:
Serpina – Alicia Cupani
Uberto – Douglas Hahn
Vespone – Sergio Bellozupko

Maestro:
Alessandro Sangiorgi

Direção cênica:
Sulanger Bavaresco
Camerata Harmonia-Lyra
“Ópera La Bohème” – 24 de junho – 20 horas
Obra-prima de Giacomo Puccini, “La Bohème” encerrará o festival em uma versão reduzida para cordas e piano, baseada no livro de Henri Murger, “Scènes de la vie de bohème”. A ópera estreou no Teatro Regio de Turim em 1º de fevereiro de 1896, sob a regência de Arturo Toscanini.

Sinopse:
A história de artistas e pessoas comuns que conviviam em estado de penúria na Paris do final do século 19. Os amigos Rodolfo (poeta), Marcelo (pintor), Schaunard, Colline e os amores dos dois primeiros, Mimi e Musetta, em relações afetivas em permanente conflito, motivadas pelo ciúme, pelas inseguranças e pela pobreza a que estão reduzidos.

Personagens:
Mimi – Masami Ganev
Musetta – Alicia Cupani
Rodolfo – Paulo Mandarino
Marcello – Douglas Hahn
Schaunard – Leonardo Barbi
Colline – Javier Venegas
Benoir e Alcindoro- Divonei Scorzato

Maestro:
Alessandro Sangiorgi

Direção cênica:
Sulanger Bavaresco

Ator:
Sergio Bellozupko

Pianista:
Matheus Alborghetti
Camerata Harmonia Lyra

Conheça o elenco:
Alessandro Sangiorgi - Maestro
Nascido em Ferrara, Itália, formado pelo Conservatório de Milão, começou sua carreira internacional em Israel em 1989, regendo a Jerusalem Symphony Orchestra. Em seguida (1990-1993), foi convidado como maestro residente pelo Teatro Municipal de São Paulo. No Brasil, regeu as principais orquestras sinfônicas do País. Apresenta-se regularmente na Europa.
Sulanger Bavaresco – Diretora de arte
Graduada em Artes Cênicas pela Udesc, atua no âmbito teatral desde 1984. Desempenhou funções de direção, direção assistente, iluminadora e dramaturga em mais de 30 espetáculos de teatro e ópera. Criou em 1993 o Festival de Teatro Isnard Azevedo e foi gerente de teatro da Ubro, entre 2004 a 2008. Integra a Academia Catarinense de Letras e Artes e é presidente e diretora do Grupo de Teatro O Dromedário Loquaz. Dirigiu uma série de espetáculos.

Masami Ganev - Soprano
Nascido no Japão, começou o estudo de piano aos seis anos de idade. Participou de coral infantil e juvenil daquele país. Foi integrante do Polyphonia Khoros. Recebeu menção honrosa no Concurso Internacional de Canto Lírico na cidade de Trujillo, Peru (2010, foi semifinalista no Concorso Lírico Internazional Città di Ferrara, Italia (2012), e semifinalista no Concorso Lírico Umberto Giorndano na cidade de Lucera, Italia (2015). Cantou com a Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo (John Neschling, Eduardo Strausser), a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais (Gabriel Rhein-Schirato), Orquestra Sinfônica de Santo André (Abel Rocha), a Orquestra Sinfônica do Paraná (Alessandro Sangiorgi, Osvaldo Ferreira), e a Camerata Florianópolis (Jeferson Della Rocca). Integrou a Cia. da Ópera Curta de São Paulo. Tem feito recitais de Lieder e canções japonesas em várias cidades.

Alicia Cupani - Soprano
Nascida na Argentina, começou seus estudos de canto com Rute Gebler (Florianópolis) e aperfeiçoou-se em canto lírico com Neyde Thomas (Escola de Música e Belas Artes/Curitiba) e Liborio Simonella (Buenos Aires/ Argentina). Integrou diversos grupos, incluindo o Coro Sinfônico de Paris, França. Como solista tem se apresentado em diversas óperas e recitais de câmara. Em 2009 recebeu o Prêmio Franklin Cascaes de Cultura pelo espetáculo Imagens de Ópera, criado em parceria com o pianista Eugênio Menegaz e a diretora Sulanger Bavaresco. É licenciada em Música, especialista em Educação Musical e mestre em Musicologia. Desde 2008, é professora de canto na Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). Pelo seu desempenho artístico em 2013, recebeu o Prêmio Personalidade Musical do Ano, concedido pela Academia Catarinense de Letras e Artes. Em 2016 participou da estreia do projeto Ópera de Bolso, da Sociedade Harmonia Lyra, como protagonista na ópera “La Traviata”, de Verdi. Também foi protagonista na ópera “Romeo et Juliette”, de Gounod, em Florianópolis.

Débora Almeida - Soprano
Nascida em Florianópolis, atua no cenário artístico catarinense há dez anos. É membro integrante e monitora do naipe de contraltos do Polyphonia Khoros, sob regência da maestrina Mércia Mafra Ferreira, grupo com o qual percorreu o Brasil, em 2013 e 2014, levando músicas brasileiras de concerto a todos os Estados, através do Projeto Sonora Brasil, do Sesc. Participou como solista de diversas obras. Em 2016 participou do 5ª Ópera Studio do Recife, no Conservatório Pernambucano de Música, e da Materclass da ópera “Rigoletto”, em Padova/Itália, sob direção do maestro e diretor Stefano Vizioli. Participou de cursos, oficinas, workshops e masterclasses com grandes nomes do cenário mundial, como Eiko Senda, Carlo Colombara, Neyde Thomas, Alessandra Althoff, Stefano Vizioli, Cinthya Lawrence, Marconi Araujo, Marcelo Ferreira e Vitor Philomeno. Débora é também bacharel em Psicologia pela UFSC e coach pela Sociedade Brasileira de Coaching.
Douglas Hahn - Barítono
Nascido em Joinville, teve sua formação com Rio Novello e Neyde Thomas, em Curitiba. Fez sua estreia em Florianópolis, em 1996, com a ópera “Il Guarany” e no ano seguinte estreou no Theatro Municipal de São Paulo, iniciando, assim, sua trajetória nos mais importantes teatros e salas de concertos do Brasil e América do Sul. Estreou na Itália com “Don Giovanni” e “La Bohème”, na cidade de Adria/Rovigo. Recentemente, recebeu o Troféu Aldo Baldin pela Pró Música de Florianópolis. Paralelamente à sua carreira como solista, desde agosto de 2014 vem colaborando como diretor artístico da Sociedade Harmonia Lyra de Joinville, desenvolvendo e promovendo projetos culturais para formação de público e fomento da música erudita.

Thompson Magalhães - Tenor
Graduado em música pela UFMT, fez sua incursão ao mundo da ópera com a cantora e professora de canto Cláudia Todorov (SC). Desde então vem se aprimorando no Brasil e no exterior. Em 2015, participou do Miami Summer Music Festival (MSMF Opera Institute) e, na qualidade de ‘top performers’ do festival, cantou no concerto de gala no New World Center Concert/Miami, sob a direção do maestro Michael Rossi (EUA). Neste mesmo ano trabalhou com o coaching Sergio Puig (Florida Gran Opera/EUA), em concertos de Zarzuela, e também na Companhia Opera Fusion (Fort Lauderdale\FL-EUA), atuando como Ferrando na ópera “Cosi fan Tutte”, Mozart, trabalhando com o barítono Dean Peterson (Metropolitan Opera) e com Birgit Fioravante. Em 2017 iniciou suas atividades aperfeiçoando-se com o prestigiado tenor italiano William Matteuzzi (Bologna/Italia), e estreando no “Requiem”, de Mozart, com a Camerata Florianópolis. Já atuou em vários espetáculos.

Paulo Mandarino - Tenor
Com sólida formação musical, Paulo Mandarino destaca-se no cenário lírico como intérprete de personagens que vão do clássico ao verismo. Ganhador da Bolsa Virtuose, concedida pelo Ministério da Cultura a profissionais consagrados, estudou na Accademia Lirica Italiana, em Milão, com o tenor Pier-Miranda Ferraro. Apresentou-se em concertos nas cidades de Paris, Milão, Roma, Viena e Budapeste. Sua estreia profissional foi como Edgardo, na ópera “Lucia di Lammermoor”, de Donizetti. Desde então, apresenta-se nos principais teatros brasileiros. Na música sinfônica, destacou-se nos últimos anos por suas participações nas aberturas das temporadas do Palácio das Artes, em Belo Horizonte, e no Theatro Municipal do Rio de Janeiro como tenor solista no “Requiem”, de Verdi.

Leonardo Barbi - Barítono
Barítono catarinense da cidade de Itajaí, é bacharel em piano pela Udesc. Atualmente estuda canto lírico com Masami Ganev, em Florianópolis. Participou de aulas, cursos e master classes com Douglas Hahn, Mariana Cioromila, Alba Tonelli, Samira Hassan, Marília Vargas, Rodrigo del Pozzo, Maria Cristina Kiehr, Felipe Oliveira, Carlo Colombara, Homero Velho, Martha Herr, Eiko Senda, Frieda Gebert e Vitor Philomeno. De 2005 a 2015 foi cantor do Polyphonia Khoros, regido pela maestrina Mércia Mafra Ferreira, e pianista dos ensaios de 2007 a 2015, tendo participado de turnês municipais, estaduais, nacional e sul-americana, além de montagens completas de ópera e obras sacras com orquestra, onde também teve algumas participações como solista. Participou do Projeto Sonora Brasil do Sesc, com o Octeto do Polyphonia Khoros, que durante dois anos (2013 e 2014) percorreu todos os Estados brasileiros. Em setembro de 2016, recebeu o prêmio de “Melhor voz masculina” no 9º Concurso Estímulo para Cantores Líricos em Campinas (SP).

Javier Hernan Venegas - Baixo
Licenciado em Educação Artística com habilitação em Música pela Udesc (2008). É integrante do Polyphonia Khoros desde 2004, havendo participado de inúmeros concertos, montagens de óperas e oratórios e turnês como coralista e como solista. Trabalhou como solista para a Camerata Florianópolis nas montagens de “O Empresário” (2010), a “Cantata do Café” (2011) e o “Requiem”, de Mozart (2017); e para a Cia. Ópera de Santa Catarina nas montagens de “Carmen”(2013), “As Bodas de Fígaro” (2014), “A Flauta Mágica” (2015), “Bastian e Bastienne” (2016) e “La Traviata” (2016).

Sergio Bellozupko - Ator
Ator, produtor e apresentador com formação em História (UFSC). Foi assessor técnico da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes, onde coordenou várias edições do Festival de Teatro Isnard Azevedo e da Maratona Fotográfica de Florianópolis. Foi apresentador do programa Bem Cultural, da TVBV, e mestre de cerimônias da Prefeitura de Florianópolis em diversos eventos. Participou de trabalhos de cinema e seriados da RBS TV (Cem anos de Histórias, Um Século de História e Os Imigrantes Italianos, de Tânia Lamarca). Integrante do Grupo de Teatro O Dromedário Loquaz, destacam-se suas atuações nos espetáculos Catarina – Uma Ópera da Ilha, Quinnipak – mundos de vidro, Jardim das Delícias e Rádio Loquaz – pausas de se ouvir e nas óperas O Barbeiro de Sevilha e La Serva Padrona. Em 2016 atuou como narrador da ópera La Traviata (Verdi), realização da Sociedade Harmonia Lyra.

Divonei Scorzato - Barítono
Nascido em Curitiba, estudou canto principalmente com Neyde Thomas e Rio Novello. Estreou em Don Giovanni (Masetto), no Teatro Guaíra/ Curitiba (1989) e Teatro Municipal do Rio de Janeiro (1991). De 1989 a 1992/ participou de sete óperas como cantor solista co-primário no Teatro Guaíra. A partir de 2000 participou de Don Pasquale (Malatesta), Il Barbiere di Siviglia (Fígaro) e Cosi Fan Tutte (Guglielmo), sendo esta última também no Selske Divadlo (Silesian Theater) República Tcheca. Em seguida: Lucia de Lamermoor, Il Barbiere di Siviglia, L’Elisir d’Amore, Tosca e Turandot (Fundação Cultural de Curitiba). Apresentou-se em Bastian e Bastiana (Colas), Gianni Schicchi (Simone), La Bohème (Schaunard) e D. Giovanni (Masetto) no Teatro Guaira, sendo estas duas últimas também no Teatro Comunale de Adria – Itália (2006). Sua montagem mais recente foi Carmen (Morales) em Florianópolis, nos anos de 2013 e 2014.

Priscila Malanski - Pianista
Nascida em Guarapuava (PR), começou os estudos de piano aos seis anos de idade, no Conservatório Musical Passionista, em Curitiba. Aos 14 ingressou na Escola de Música e Belas Artes do Paraná, na classe do professor Daniel Costa da Silva, estudando paralelamente em São Paulo com o professor Homero Magalhães. Teve liberação especial da Secretaria de Educação do Paraná para ingressar no curso superior de piano da Embap antes de completar o ensino médio. Como prêmio por obter as melhores médias do curso superior, foi a 1ª solista da Orquestra Sinfônica Jovem do Paraná, sob a regência do maestro Gerardo Gorosito. Foi agraciada com duas bolsas de estudo, um parcial da Houston Univesity e uma integral pela Academia de Música de Varsóvia. Em 2007 completou o curso de pós-graduação em Música pela Embap. É pianista da Ópera OrchestraCurytiba, sob direção geral de Rogério Mendes Junior e direção artística do maestro Alessandro Sangiorgi e da Orquestra Ladies Ensemble. Atualmente, é mestranda em Música pela UFPR, orientada pela professora-dra. Zélia Chueke. Atua como camerista, solista e correpetidora.
Matheus Alborghetti - Pianista
Começou os estudos musicais na Escola de Música Villa Lobos, da Casa da Cultura de Joinville, em 2005. Em 2011, foi pianista da reinauguração da Sociedade Cultural Lírica de Joinville. Participou das duas edições (2014-15) do espetáculo “Noite das Artes”, na Sociedade Harmonia Lyra de Joinville, acompanhando o barítono catarinense Douglas Hahn. Em agosto de 2014 desenvolveu, em conjunto com Douglas Hahn, o trabalho de música de câmara “Interlúdio” na Harmonia-Lyra. Participou de três edições (2015 a 2017) do Festival de Música de Santa Catarina (Femusc) como pianista correpetidor das classes de canto de renomados profissionais, como o barítono internacional Gino Quilico e o soprano Céline Imbert. Participou do Masterclass de correpetição e canto (2015) ministrado pelo maestro italiano Alessandro Sangiorgi. No mesmo ano apresentou-se, como cravista, no intermezzo “Il Maestro di Cappella”, em conjunto com a Camerata Dona Francisca e Douglas Hahn. Em 2016, participou da na 1ª edição de “Temporada de Óperas” em Maringá, ministrado pelo maestro A. Sangiorgi e pela soprano Rosana Lamosa.

Albertina Camilo - CDL Joinville

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar