Fatma começa a utilizar drones no licenciamento ambiental

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

Técnicos da Fundação do Meio Ambiente (Fatma) vão utilizar pela primeira vez Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs), conhecidos como drones, no licenciamento ambiental. A ação será nesta quinta-feira, 23, durante vistoria do Complexo Eólico Contestado, em Água Doce, região Oeste do Estado.

“A Fatma foi o segundo órgão brasileiro a implementar a utilização de drones de acordo com as normas do Departamento de Controle do Espaço Aéreo e têm recebido solicitações de outras instituições para ministrar cursos e parcerias”, conta o assessor de auditoria interna da Fatma e responsável pelo projeto, Mario Henrique Vicente.

A Fundação conta com cinco drones. “Vamos adquirir mais 14 nos próximos dias e mais 36 servidores receberão treinamentos. Em breve também teremos um sistema de processamento que vai permitir uma análise completa e mais rápida das imagens captadas”, explica o diretor Administrativo e Financeiro da Fatma, André Adriano Dick. Os veículos aéreos possuem sensor termal e infravermelho que ajudarão na identificação de focos de incêndio, fiscalização de caça ilegal e também no licenciamento. Os equipamentos têm autonomia de 28 minutos.

Histórico dos drones

A Fatma recebeu a autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para utilizar drones em fevereiro deste ano. De acordo com o documento, os equipamentos da Fatma deverão voar no máximo em uma altura de 120 metros e podem pesar até 25 quilos. Todos os usuários têm que ter mais de 18 anos e atender os requisitos exigidos pela Agência. Os treinamentos, teóricos e práticos começaram em junho deste ano, sem prazo para terminar. Os servidores aprendem sobre legislação, segurança, utilização e processamento das imagens captadas. No total, 20 técnicos da Fatma receberam a capacitação inicial. Representantes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar Ambiental e Epagri também participam dos encontros.

Câmara Técnica

Todo o treinamento é dado pelos membros da Câmara Técnica da Auditoria Ambiental de Precisão e Desenvolvimento e Aplicações do VANT, liderada pelo assessor de Auditoria Interna, Mário Vicente, e formada pelos servidores Carlos Cassini, Diego Hemkmeier, Davi Vieira da Rosa, André Adriano Dick e Adrio Peixoto Centeno. O treinamento também conta com o apoio do capitão Átila Medeiros Sarte, do Corpo de Bombeiros.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar