Servidores paralisam na próxima quinta por falta de condições de trabalho

Avaliação do Usuário

Os servidores de Joinville farão um dia de paralisação na próxima quinta-feira (28/9), com concentração às 9 horas, em frente à Prefeitura. Esta foi a decisão unânime da assembleia realizada na noite de hoje, no sindicato. A categoria está em estado de greve desde 5 de setembro e busca o atendimento de onze reivindicações relativas a condições de trabalho e direitos estatutários desrespeitados pelo governo.

Desde a apresentação do protocolo da pauta, o prefeito Udo Döhler recebeu os diretores do Sinsej apenas uma vez. Na oportunidade, em 19 de setembro, ele não quis discutir o assunto e prometeu agendar uma nova audiência para a próxima semana.

Na assembleia de hoje, servidores de diversos setores voltaram a denunciar a falta de profissionais, de equipamentos de proteção individual e de materiais. Além disso, para os trabalhadores, é preciso que o governo resolva com urgência outras questões como: descontos ilegais que vêm sendo aplicados pela Prefeitura nos salários por erros nos registros do ponto, punições por meio de transferências, congelamento da concessão de licença-prêmio e impedimento de venda de um terço de férias.

“Meu sapatão, que uso para entrar em cova, está entrando água”, desabafou o coveiro Eloy da Silva. “Trabalho há 20 anos na Prefeitura e antes eu pelo menos recebia bota, sapatão, máscara, mas nessa gestão não vi mais”. Recentemente, o governo anunciou que cortará pela metade o valor do adicional de insalubridade dos coveiros.

A servidora Lauane Vieira, lotada na Unidade Básica de Saúde da Família Jardim Sofia, chamou a categoria à união: “Temos que entender que somos todos servidores”, disse. “Greve dá medo? Com certeza, mas as perdas no futuro serão muito maiores”. Os profissionais da Saúde da Família lutam pelo recebimento da verba do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (Pmaq). Este ano, a Prefeitura está tentando impor mudanças nas regras de distribuição dos recursos, prejudicando os trabalhadores que cumpriram metas ao longo do ano passado.

No Centro de Atenção Psicossocial III Dê-Lírios (Caps III), os servidores já estão em greve desde sexta-feira porque a Prefeitura tentava aplicar um aumento de carga horária sem reajuste de salário e sem nenhuma justificativa. Neste setor, mesmo o prefeito tendo confirmado que concorda com os trabalhadores, a categoria vê-se obrigada a continuar paralisada porque as secretarias de Gestão de Pessoas e de Saúde ainda não aceitaram formalizar o acordo.

O presidente do Sinsej, Ulrich Beathalter, chamou os presentes a ajudarem na mobilização para a próxima quinta-feira. “Se queremos mostrar ao prefeito e à comunidade que estamos insatisfeitos, precisamos construir a maior paralisação da história desta categoria”. Ele ressaltou que os trabalhadores não pedem privilégios e que, destruindo a vida dos servidores, o governo está acabando com o pouco que a comunidade da cidade tem.

Pauta de Reivindicações apresentada ao governo

1. Manutenção da jornada atual de trabalho, sem prejuízo da remuneração, para todos os servidores, em particular aos lotados no Caps III (ameaçados de jornada de 44 horas semanais), com a supressão do § 2º do Art. 1º da Lei 435/2015.
2. Garantia de manutenção do recesso de final de ano em todas as unidades que tradicionalmente gozam deste período, inclusive no Ambulatório e CCA do Hospital São José.
3. Pagamento de abono aos servidores que trabalharem durante o recesso.
4. Fornecimento imediato de uniformes, EPIs, materiais e equipamentos em quantidade e qualidade suficiente para todos os setores, iniciando pelas unidades operacionais das Subprefeituras, D.O., Horto Florestal, Cozinheiras e demais unidades da Seinfra.
5. Revisão da regulamentação da hora-termo, com garantia da remuneração dessa hora complementar pelo valor da hora-aula atual do professor.
6. Pagamento imediato do rateio do Pmaq a todas as equipes contratualizadas, seguindo os critérios estabelecidos no exercício anterior.
7. Suspensão imediata dos descontos arbitrários e ilegais promovidos nas folhas de pagamento dos servidores, decorrentes da aplicação da normativa 001/2017, com a devolução imediata dos valores descontados, anulação das faltas injustificadas e revogação da respectiva normativa.
8. Manutenção do pagamento integral do adicional de insalubridade dos coveiros.
9. Reposição imediata dos profissionais faltantes nas unidades.
10. Revogação da portaria que suspendeu a licença-prêmio, a transformação de 1/3 de férias em pecúnia e o abono natalino, com a apresentação de calendário de retomada desses benefícios.
11. Fim do assédio moral e perseguição política em toda a rede, com a regulamentação da lotação e transferência dos servidores.

SINSEJ

Instituto Geral de Perícias de SC abre inscrições para concurso público

Avaliação do Usuário

As provas ocorrerão em novembro nas cidades de Florianópolis, Joinville, Blumenau, Cricíuma, Itajaí, Lages, Joaçaba e Chapecó.

A SSP (Secretaria de Estado de Segurança Pública) e o IGP (Instituto Geral de Perícias) do Estado de Santa Catarina comunicam que estão abertas as inscrições para o Concurso Público 001/2017, destinado para o nível inicial das carreiras de perito oficial e técnico pericial. O processo de inscrição vai até o dia 20 de outubro pelo site oficial do concurso.

São 49 vagas para os cargos de perito criminal, perito criminal bioquímico, perito médico-legista e perito odontolegista. Outras duas vagas são para a função de papiloscopista. As provas ocorrerão a partir das 13h do dia 26 de novembro nas cidades de Florianópolis, Joinville, Blumenau, Cricíuma, Itajaí, Lages, Joaçaba e Chapecó.

O concurso público será realizado sob a responsabilidade do Ieses (Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul) e coordenado pela Comissão de Concurso Público IGP/SSP, designada pela Portaria nº271/ EPES/DIAF/SSP de 28 de agosto de 2017, obedecidas as normas do edital.

O valor das inscrições é de R$ 120 para o cargo de perito oficial e de R$ 100 para técnico pericial. Já os vencimentos para os aprovados, previstos em edital, vão até R$ 15.820,84. A inscrição deve ser feita até as 16h de sexta‐feira, 20 de outubro de 2017, também último prazo para pagamento da taxa.

O concurso público será constituído de cinco fases: Prova Objetiva de Conhecimentos, de caráter eliminatório e classificatório; Exame de Avaliação de Títulos, de caráter classificatório; Exame de Avaliação da Aptidão Psicológica Vocacionada, de caráter eliminatório; Exame Toxicológico, de caráter eliminatório; e Investigação Social, de caráter eliminatório.

 

Notícias do Dia

Casan solicita economia de água tratada por conta da estiagem em Santa Catarina

Avaliação do Usuário

agua casan economizar

Na primeira quinzena de setembro, choveu somente 20 mm no Extremo-Oeste e Oeste catarinense.

A Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) emitiu comunicado na tarde desta sexta-feira, 15, solicitando que a população economize água tratada por conta da estiagem que atinge todas as regiões do Estado. A orientação é que sejam evitadas atitudes como lavar calçadas e carros com mangueira ou escovar os dentes com a torneira aberta. O volume de chuva no Estado é considerado abaixo da média desde maio.

De acordo com dados da Epagri/Ciram, no mês de julho choveu apenas 20% do esperado para todo o mês. Nos últimos 15 dias o cenário se agravou devido às temperaturas altas, que aumentam consideravelmente o consumo de água tratada, segundo a Casan.

Na primeira quinzena de setembro, choveu somente 20 mm no Extremo-Oeste e Oeste catarinense e menos do que 10 mm nas demais regiões de Santa Catarina. A precipitação escassa tem impactado diretamente no volume dos rios, que se encontra baixo. Onze deles estão em situação de emergência para estiagem, e outros oito em estado de alerta para o mesmo fenômeno.

Na Grande Florianópolis, os dois principais rios - o Cubatão e o Vargem do Braço (Pilões) - estão em estado de atenção, de acordo com Epagri/Ciram. No Oeste, os rios Taboão, Burro Magro, Jacu e do Peixe estão com níveis mais baixos. Em Mafra, município da região Norte onde não chove há 90 dias e a temperatura oscila na média de 30ºC, o nível do Rio Negro tem exigido atenção permanente das equipes técnicas e a colaboração da população.

 

Dicas de economia de água:

- Tome banho rápido e feche o chuveiro ao se ensaboar. Chuveiro aberto por 15 minutos consome 135 litros de água.
- Feche a torneira ao escovar os dentes e ao fazer a barba.
- Não lave a louça com água corrente: passe rapidamente água nas louças, ensaboe os pratos e utensílios. Abra a torneira apenas para enxaguar.
- Não lave roupa com água corrente. Trabalhe utilizando o tanque. Só ligue a máquina de lavar louça ou a de lavar roupa com capacidade total: o consumo é igual se ela não estiver cheia.
- Não use água como vassoura. Em calçadas e áreas pavimentadas, primeiro varra a sujeira, depois lave com a utilização de um balde. Com mangueira, em 15 minutos são desperdiçados cerca de 280 litros de água.
- Não use mangueira, mas balde e pano para lavar o carro. E em épocas de estiagem evite lavar seu automóvel.
- Reaproveite a água usada para outros fins, como lavar calçadas. Não jogue água nas ruas: água não é pavimentação.
- Molhe o jardim com regador sempre ao amanhecer ou à noite, assim elas aproveitarão melhor a água. Regar as plantas nas horas quentes resulta em elevadas perdas por evaporação.
- Regule a válvula de descarga: esse cuidado pode reduzir o consumo pela metade.

 

Diário Catarinense
Foto: Guilherme Hahn / Especial

Feira do Empreendedor em Joinville

Avaliação do Usuário

feira empreendedor jll

Bons ventos para seu negócio.

A Feira do Empreendedor é um dos eventos de maior sucesso entre os promovidos pelo Sebrae, com o objetivo de oferecer informação, conhecimento e oportunidades para o empreendedor decidir sobre a abertura de um negócio sustentável e capaz de se manter no mercado ou melhorar ainda mais a sua empresa.

Durante a realização do evento, o público tem acesso a informação, conhecimento e soluções que o Sebrae oferece.

Todas as palestras e encontros são gratuitos, e para participar da Feira os interessados devem fazer inscrição gratuita antecipada ou no local do evento com o custo de R$5,00.

 

Perguntas frequentes

Existe algum desconto para a compra em grupo?
Não. Para inscrições antecipadas pelo site até 27 de agosto, o ingresso é gratuito. No local, durante o evento, o valor é de R$ 5,00, válido para todos os dias, mediante apresentação do crachá.

Posso comprar para 1 dia?
Não. Todos os ingressos incluem os três dias de evento para você ter uma experiência completa.

Desconto para estudantes?
Não oferecemos ingresso promocional para estudantes. O ingresso é gratuito se comprado antecipadamente pelo www.feiradoempreendedor.com.br, até 27 de agosto.

O que cada ingresso contempla?
Acesso ao ambiente da Feira do Empreendedor para participar de palestras, atendimento Sebrae, consultoria, contador. Acessar os espaços de franquia, exposição de máquinas e equipamentos, e praça de alimentação.

Não recebeu o seu e-mail de confirmação da inscrição?
Caso não tenha recebido a confirmação da inscrição em seu e-mail, favor mensagem para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O local do evento tem estacionamento?
Sim o local do evento possui estacionamento gratuito para todos os participantes.


Atenção: O Sebrae SC não se responsabiliza por objetos deixados no evento.


ITAPOÁ

Haverá ônibus no sábado (2/9), com saída da frente do CDL.

Caso haja interesse entrar em contato pelo telefone (47) 3443 2471 ou 98825 28 98


Sebrae SC / CDL Itapoá

Colombo se encontra com prefeitos em Joinville nesta quarta, 16

Avaliação do Usuário

O governador Raimundo Colombo estará em Joinville nesta quarta-feira, 16, para apresentação da segunda edição do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam 2) para prefeitos da região. À noite, participa também da abertura do 10º Mutirão Brasileiro de Comunicação (Muticom), evento promovido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e pela Diocese de Joinville.

 

O encontro com prefeitos está marcado para começar às 16h, na sede da Associação dos Municípios de Nordeste de Santa Catarina (Amunesc), localizada na Rua Max Colin, 1843, no Centro de Joinville.

 

O projeto para a segunda edição do Fundam foi aprovado pela Assembleia Legislativa no dia 21 de junho, e os primeiros contratos devem ser assinados ao longo desse semestre. O investimento previsto para a nova edição é de R$ 700 milhões. A exemplo da primeira edição, a meta é contemplar todos os 295 municípios catarinenses e garantir autonomia para que cada prefeitura escolha o investimento a ser feito dentro das áreas previstas.

 

Para apresentação da nova edição, o Governo do Estado está promovendo uma série de reuniões com prefeitos de todas as regiões catarinenses. Já foram realizados 19 encontros, a reunião desta quarta é 20ª e ainda neste mês será promovido um último evento, em Florianópolis.

 

10º Muticom

Ainda em Joinville, a partir das 19h30, o governador Colombo participa da abertura oficial do 10º Mutirão Brasileiro de Comunicação (Muticom), no Centro de Convenções Expoville. É a primeira vez que Santa Catarina recebe o evento, promovido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e pela Diocese de Joinville.

A programação, que segue até domingo, 20, contará com palestrantes na área de comunicação. Com o tema “Educar para a Comunicação”, o evento tem como objetivo auxiliar no uso das novas tecnologias e também na formação do senso crítico para evitar a manipulação e auxiliar na compreensão do potencial da comunicação e de cada meio de comunicação.

 

Portal Contábil