Caminhão tomba na interseção do Palmital na manhã desta quarta-feira

Avaliação do Usuário

acidente Garuva em 15nov

Mais um acidente foi registrado na intersecção da Rodovia SC-417 com o Contorno de Garuva. Um caminhão se perdeu e tombou na manhã desta quarta-feira (15).

Esse é o terceiro acidente registrado na intersecção na última semana. A população vem reclamando desta obra e das possíveis tragédias que podem ocorrer naquele local se nenhuma atitude for tomada e a obra inaugurada desta forma. Um apelido já foi dado para o local: “mortatória”.

O Presidente da Câmara de Vereadores de Garuva Oziel Fernandes Mattos, protocolou um pedido ao Promotor de Justiça de Garuva para que tome as medidas cabíveis.

Na próxima sexta-feira (17), membros da Prefeitura Municipal de Garuva, Câmara Municipal de Vereadores e Polícia Militar irão conversar com o Promotor para tentar achar alguma solução para o caso antes que a obra seja inaugurada.

 

DR. RODRIGO APRESENTA ESBOÇO DE POSSÍVEL SOLUÇÃO PARA ROTATÓRIA DO PALMITAL

.a solução para o trevo

O Prefeito Municipal de Garuva, Dr. Rodrigo Adriany David divulgou na manhã desta quarta-feira (15), sua ideia para dar segurança as pessoas que transitam no município de Garuva para Itapoá e Guaratuba. 

Em uma rede social, o Prefeito apresentou um desenho que explica sua sugestão para as autoridades.

“Esse é o desenho que buscamos que as autoridades façam naquele local. Aproveita as linhas já existentes e ninguém cruza na frente de ninguém. Isso é básico e lógico. Impressionante a falta de visão e consideração com a nossa população”, falou o Prefeito.

O esboço é de fácil execução, com otimização de fluxo e daria mais segurança para os usuários. Além disso, segundo o Prefeito, não haveria necessidade de indenizações.

Nos últimos dias, 3 acidentes foram registrados no local. O último aconteceu na manhã desta quarta-feira, onde um caminhão tombou na intersecção da Rodovia SC-417 e o Contorno de Garuva.

 

Garuva Net

Fotos 1: Divulgação/Whatsapp
Foto 2: Divulgação/Redes Sociais

Acidente no Trevo do Contorno de Garuva põe em discussão a segurança do trânsito no local

Avaliação do Usuário

Acidente-no-Trevo

Por volta das 9h desta segunda-feira, dia 13 de novembro, o corpo de Bombeiros Militar de Garuva foi acionado para atender uma ocorrência de acidente de trânsito na rodovia SC-417, mais precisamente no Trevo do Contorno de Garuva. Um caminhão havia colidido com um automóvel. Os bombeiros de Itapoá também foram acionados para o apoio, tendo em vista que a guarnição garuvense dividia suas atenções com outra ocorrência no momento (atendimento de mal súbito na BR 101).

No local, os bombeiros constataram que se tratava da colisão de um caminhão Scania, com placas de São José dos Pinhais (PR) contra uma VW Saveiro, com placas de Guaratuba (PR). O motorista da Saveiro se encontrava dentro do carro, mas não estava preso às ferragens.

Foi constatado que a vítima apresentava sinais vitais normais, mas se queixava de fortes dores na região abdominal, devido a colisão lateral. A suspeita era de lesões internas. O veículo ficou com a porta do motorista amassada e em posição instável. Os bombeiros estabilizaram e extraíram a vítima do carro por meios não destrutíveis. Por meios não discutíveis, posteriormente, ele foi conduzido ao Hospital São José de Joinville, pelo Helicóptero Águia da Polícia Militar.

De acordo com os populares, o motorista da Saveiro, vítima do acidente, é Antônio Shiratu, mais conhecido como Tico Japonês. Ele seguia em sentido a Guaratuba, quando a carreta acertou a lateral do seu automóvel, justamente no lado do motorista. O impacto jogou o veículo no barranco.

Logo, a informação sobre o acidente se espalhou pelas redes sociais,mais precisamente páginas do Facebook e grupos do WhatsApp. Houve muitas críticas à falta de sinalização e a engenharia do Trevo, que segundo a maioria dos que se manifestaram a respeito, confunde o motorista. O local que foi aberto para o movimento há poucos dias, já contabilizou um outro acidente. No sábado, dia 11 de novembro, um motocicista se perdeu e passou reto pelo referido Trevo, o que ocasionou sua queda. Ele também precisou ser encaminhado ao hospital. Com esses dois acidentes no intervalo de dois dias, as pessoas já falam em "tragédia anunciada" caso nada seja feito urgentemente pelo Governo Estadual de Santa Catarina, responsável pela obra.

Acidente-no-Trevo 3

  

Acidente-no-Trevo 2

 

Tribuna de Itapoá - Thiago Gusso
Fotos: Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

Novo procedimento de pouso começa a operar na quinta (9) no aeroporto de Joinville

Avaliação do Usuário

aeroporto jlle 1
Sistema RNP-AR, que possibilita maior segurança e eficiência nos pousos, passa a ser adotado no Lauro Carneiro de Loyola por uma das companhias aéreas.


O Aeroporto Lauro Carneiro de Loyola contará com um novo procedimento de pousos a partir desta quinta-feira, em Joinville. Trata-se da Performance de Navegação Requirida – Autorização Requerida (RNP-AR), que será utilizada para a chegada do voo 3091, da empresa Latam, que deve pousar no terminal por volta das 14 horas. O procedimento promete diminuir o número de voos que não conseguem acessar o aeroporto por causa das condições climáticas, gerando mais segurança e eficiência para as operações.

A unidade joinvilense estava autorizada a receber voos com o procedimento RNP-AR desde 2013. Naquela ocasião, o modelo apareceu como uma alternativa para melhorar as condições do aeroporto enquanto o Instrument Landing System (ILS) não era instalado. No entanto, as companhias aéreas demoraram para conseguir a homologação das aeronaves e tripulações para poder operar. Até o momento, apenas a Latam está autorizada a utilizar o procedimento no aeroporto de Joinville.

O superintendente da unidade, Rones Rubens Heidemann, explica que o RNP-AR é um procedimento com tecnologia totalmente embarcada, que opera por meio de satélites e sem a necessidade de equipamentos instalados no solo. É um novo procedimento no país que foi autorizado para aeroportos de poucas cidades até o momento, como Rio de Janeiro, Londrina e Navegantes. De acordo com Rones, com esse equipamento, Joinville se coloca na vanguarda, já que os demais aeroportos devem implantar o mesmo modelo dentro de um curto prazo de tempo.

– Ele vai fazer com que o aeroporto se torne ainda mais eficiente e seguro. Também será extremamente confiável em questões de equipamentos de auxílio à navegação aérea – garante.

O Lauro Carneiro de Loyola conta com duas cabeceiras para pousos e decolagens, que serão beneficiadas pelo RNP-AR. Atualmente, cerca de 60% dos pousos são realizados pela cabeceira 33, porcentagem que chegava a 95% antes da homologação de outro equipamento, em outubro do ano passado. A expectativa da superintendência do aeroporto é de que o novo procedimento faça com que cada uma das cabeceiras receba metade das chegadas de voos.

– Já são poucos os voos que não conseguem pousar aqui, mas com esse novo procedimento, a nossa expectativa é de que diminua esse percentual de forma significativa. Eu imagino que uma aeronave não vai pousar em Joinville apenas em uma situação extrema, como aquelas trovoadas de verão com muito vento e chuva, ou em uma situação de inverno com nevoeiro muito denso, o que é bastante raro nessa região do aeroporto – diz.

O equipamento também deve minimizar as arremetidas e ajudar nos voos noturnos que pousam na cabeceira 15. Com descidas mais lineares, o RNP-AR gera economia de combustível às companhias aéreas e menos emissão de gás carbônico. O tempo de voo também pode diminuir. Uma viagem entre Congonhas e Joinville pode ser cinco minutos mais rápida.

aeroporto jlle 2
Autoridades comemoram o novo procedimento

O secretário de Planejamento Urbano e Desenvolvimento Sustentável, Danilo Conti, acredita que a utilização do RNP AR dará mais conforto para o usuário do aeroporto de Joinville, além de acabar com a fama da unidade de fechar por questões climáticas e operacionais. Segundo ele, o Lauro Carneiro de Loyola será um dos mais modernos do País a nível operacional de pista após o início do uso do novo procedimento.

- Isso dá uma operação menos custosa de voos para as companhias aéreas quando operam em Joinville. É determinante porque dá uma perspectiva de futuro saudável para o aeroporto, que é um objeto importantíssimo de captação de investimentos para a cidade - afirma.

O presidente da Associação Empresarial de Joinville (Acij), Moacir Thomazi, diz que o aeroporto recebeu uma série de melhorias nos últimos anos que solucionaram os problemas do terminal. Segundo ele, o número de voos cancelados caiu drasticamente e o tempo de voo foi reduzido, com benefícios para passageiros e companhias aéreas. A expectativa agora é de que o RNP AR também gere avanços para a unidade.

- Um importante trabalho vem sendo feito para dotar o aeroporto das melhores condições possíveis de conforto e segurança. O início das operações do RNP AR é mais uma etapa significativa. Precisamos que a população confie no terminal e o utilize preferencialmente - defende.

 

A Notícia

Garuva abre processo seletivo para professores, orientador e supervisor escolar

Avaliação do Usuário

Estarão abertas do dia 13 a 26 de novembro, as inscrições do processo seletivo que tem como objetivo selecionar professores de nível I e II, além de orientador e supervisor escolar para o Município de Garuva. Esses profissionais atuarão em jornadas de 10 a 40 horas semanais, com salário mensal que varia de R$ 574,99 a R$ 3.338,19, acrescido de auxílio alimentação.

As inscrições deverão ser realizadas das 8h às 13h de 13 a 26 de novembro na sede da Secretaria Municipal de Educação de Garuva, situada à Avenida Celso Ramos, nº 1.614, Centro de Garuva.

O processo seletivo contará com provas de títulos e escrita, qual está prevista para ser aplicada em 03 de dezembro, das 8h30 às 11h30, na Escola Municipal Vicente Vieira, locallizada na Rua Antônio Ladislau Araújo, nº 802.

A validade do processo seletivo é o ano letivo de 2018.

Mais informações, no edital desse processo disponível em:

http://www.tribunadeitapoa.com.br/wp-content/uploads/2017/11/1089916_EDITAL_003___TESTE_SELETIVO_ACT_2018.pdf

 

Tribuna de Itapoá - Thiago Gusso

Concessionária prevê movimento 46% maior nas estradas durante o feirado

Avaliação do Usuário

Concessionaria feriado

A Autopista Litoral Sul, concessionária responsável entre outros, pelos trechos de rodovia que ligam Curitiba (PR) a Garuva, divulgou dados sobre o movimento nas estradas aguardado para este Feriado de Finados. Confira, abaixo, os dias e horários de maior movimento.

SAÍDA PARA O FERIADO:
Quarta-feria, 1º de novembro, das 15h às 22h;
Quinta-feira, 02 de novembro, das 8h às 14h.

RETORNO DE FERIADO:
Domingo, 05 de novembro, das 15h às 22h.

Concessionária realiza operação especial entre os dias 1º e 05 de novembro

Consultar a previsão do tempo, revisar o veículo e verificar as condições das estradas. Essas são as recomendações para os motoristas que irão viajar neste primeiro feriado prolongado do mês de novembro - Dia de Finados (02/11). E no trecho sob administração da Litoral Sul, os motoristas devem encontrar maior movimento a partir das 15h de quarta-feira. Nos dias de maior fluxo, 1,2 e 5 de novembro, cerca de 45 mil veículos devem transitar por cada uma das praças da concessionária - volume 46% amior do que o normal.
Na saída do feriado, os horários de maior movimento se concentram entre às 15h e 22h de quarta (1º/11) e das 8h às 14h de quinta-feira (02/11). No retorno, o horário de pico ocorre das 15h às 22h de domingo (05/11).
Nesse período, a concessionário não realizará obras programadas durante o dia e os trechos que devem exigir maior atenção dos motoristas por conta da concentração de tráfego são os próximos às cidades de Curitiba, Joinville, e em todos os acessos dos municípios litorâneos: Garuva (Acesso para Itapoá e Guaratuba), Barra Velha, Piçarras, Penha, Navegantes, Itajaí, Balneário Camboriú, Itapema, Porto Belo, Governador Celso Ramos, Biguaçu e Palhoça.

OPERAÇÃO ESPECIAL
Para atender a demanda, a Litoral Sul realiza também uma operação especial com reforço nas equipes e foco no atendimento aos usuários em situações de problemas mecânicos, ou em caso de acidentes com serviços de guincho e atendimento médico. A coordenação da operação é realizada no Centro de Controle Operacional em Joinville, que monitora as rodovias BR-376/PR, BR-116/Contorno Leste e BR-101/SC a partir de 186 câmeras, veículos de inspeção 24h e informações do sistema via 0800. A expectativa da concessionária é realizar cerca de 3,5 mil atendimentos nos cinco dias de operação.

SERVIÇO DE ATENDIMENTOS AOS USUÁRIOS
Ao longo dos 356 quilômetros sob concessão, a Autopista Litoral Sul disponibiliza nove bases SOS Usuários, com local adequado para pausa na viagem, banheiros, fraldários, água e café.
Antes de seguir viagem, os motoristas podem consultar as condições de trânsito pelo telefone 0800-725-1771 e Twiter @Arteris_ALS 

 

Da Concessionária Autopista Litoral Sul, com adaptações da Tribuna de Itapoá.
Foto: Autopista Litoral Sul/arquivo.