SC recebe 36 profissionais brasileiros do Programa Mais Médicos

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

MAIS MÉDICOS

Profissionais irão atuar em 33 cidades do Estado.

Na próxima quinta-feira, 5, a Coordenação Estadual do Programa Mais Médicos em Santa Catarina vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (SES), receberá 36 profissionais brasileiros para atuarem em 33 municípios catarinenses. A recepção ocorre às 14h, no Centro de Ciências da Saúde e do Esporte (Cefid) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), em Coqueiros, Florianópolis. Os novos profissionais vêm para substituir os que já completaram três anos de trabalho, conforme prevê o contrato do programa criado pela Lei 12781/2013.

Os 36 médicos irão se juntar aos 522 que já atuam nos municípios do território catarinense, sendo 156 (profissionais graduados com diploma no Brasil), 141 (brasileiros com formação no exterior e intercambistas estrangeiros) e 261 (cubanos).

O número de médicos brasileiros participantes do Programa Mais Médicos aumentou 44% em menos de um ano, afirma o Ministério da Saúde. O dado foi divulgado, nesta terça-feira (03), durante a recepção dos 1.375 profissionais brasileiros formados no exterior que aderiram ao último edital. Com esse reforço, somando também aqueles com diplomas do país, já são 8.316 brasileiros no programa, o que representa 45,6% do total. A prioridade, diz o Ministério da Saúde, é ampliar a participação nacional, tornando a iniciativa mais independente e garantindo atendimento médico à população.

Médicos cubanos em SC

Em julho deste ano, a Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, do Ministério da Saúde, concedeu registro a 40 profissionais estrangeiros, a maioria cubanos, intercambistas do Programa Mais Médicos, para trabalhar em Santa Catarina. O Estado teve o segundo maior contingente nomeado nesta etapa, atrás apenas da Bahia, com 50 profissionais. Os profissionais começaram a atuar em 34 municípios – a maior parte no Oeste, no Planalto Norte e no Sul do Estado – e no Distrito Sanitário Especial Indígena Interior Sul, que compreende o território do Oeste e do Meio-Oeste, onde estão localizadas reservas indígenas.

As cidades que receberão o maior número de profissionais são Balneário Rincão e Içara, no Sul do Estado, Ituporanga, no Vale do Itajaí, e Porto União, no Planalto Norte. Cada uma receberá dois médicos.

 

A Notícia
Foto: André Ávila / Agência RBS