Udesc Joinville realiza curso sobre uso de software para reinserção social de dependentes químicos nesta sexta

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

Sistema gratuito auxilia na prevenção e recaída


O Laboratório de Pesquisas em Aplicações Visuais (Larva), que faz parte do Departamento de Ciência da Computação (DCC), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Joinville, realizará o curso “Acompanhamento da Reinserção Social de Dependentes Químicos com o software Connect”. O evento será nesta sexta-feira, 13, das 14h às 18h, nos laboratórios de informática do campus.

O curso será um treinamento sobre o uso do sistema “Connect”, resultado do projeto de pesquisa científica desenvolvido pelo Larva. O passo-a-passo de como utilizar o sistema será apresentado por Gabriel Conejo, acadêmico de Ciência da Computação, e Marcelo da Silva Hounsell, professor e pesquisador do DCC.

O público-alvo do curso são profissionais agentes da área da saúde e representantes de entidades como Comunidade Terapêutica, grupos de ajuda mútua, centros de apoio, órgãos públicos ou ainda, profissionais como psicólogos, psiquiatras, assistentes sociais, psicopedagogos, entre outros. O curso é voltado para quem já faz este acompanhamento e quer usar a ferramenta informatizada e automatizada como auxílio.

Connect

O sistema auxilia na prevenção a recaída e na reinserção social de dependentes químicos. Ele é gratuito e composto por duas partes: a primeira é um site voltado para o profissional (agente de saúde), responsável por executar o acompanhamento e conduzir reuniões de ajuda mútua; a segunda é um aplicativo de celular onde o dependente químico responde perguntas sobre a prevenção da recaída.

O Connect tem as seguintes vantagens:

- Padroniza o acompanhamento (cria um procedimento base);
- Automatiza o contato (não precisa de gerenciamento constante);
- Prioriza as informações (mostra ao agente casos graves);
- Registra contatos (mantém dados sobre conversas);
- Otimiza análises (com gráficos históricos de respostas);
- Motiva o dependente químico (pelo uso de gamificação);
- Regulariza o contato (lembra o dependente de usar o sistema);
- Facilita respostas (em qualquer lugar/hora);
- Agiliza o processo (respostas são fáceis de serem registradas).